Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde
Brazilian Journal of Hospital Pharmacy and Health Services
Revista Brasileña de Farmácia Hospitalaria y Servicios de Salud
Sexta, 31 de Outubro de 2014 ISSN impresso: 2179-5924
ISSN online: 2316-7750
::
 
Revista Associada

IMPORTANTE

Informamos que os exemplares impressos da RBFHSS são encaminhados gratuitamente para os sócios da SBRAFH, para o endereço indicado no cadastro.
Caso não seja sócio, poderá assinar a revista, por meio do link “Assinar a Revista” no Menu acima ou adquirir exemplares avulsos através do Telefone: 11 5083-4297 ou link Contato acima.

 
Volumes: 12345 Números: 1

AVALIAÇÃO DA SOBREVIDA E QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES COM CÂNCER COLORRETAL
Josiane Della Valentina de Oliveira; Carla Alves Dalmonte de Medeiros; Debora Dummer Meira

O câncer colorretal (CCR) é a terceira causa mais comum de câncer no mundo e seu tratamento faz-se através de quimioterápicos isolados ou combinados a anticorpos monoclonais. Entretanto, os efeitos dessas combinações no que se refere à qualidade de vida dos pacientes são, ainda hoje, pouco estudados.

Objetivos: Verificar a influência do tratamento com fluorouracil, leucovorin, oxaliplatina (FOLFOX) e irinotecano (FOLFIRI) e quando associados ao anticorpo monoclonal bevacizumabe sobre a qualidade de vida e sobrevida de pacientes portadores de CCR.

Métodos: Foram entrevistados 15 pacientes portadores de CCR, divididos em grupos com base no tratamento utilizado, avaliando-se a qualidade de vida dos mesmos através dos questionários EORTC-QLQC30/ersão 3.0 e EORTC-QLQ-CR38.

Resultados: Notou-se que pacientes sem metástase apresentam uma tendência a uma melhor qualidade de vida quando comparados a pacientes com metástase. Além disso, observou-se a tendência a uma melhor qualidade de vida no grupo de pacientes com metástase em tratamento com FOLFOX associado ao bevacizumabe quando comparado ao grupo que utilizou FOLFOX isolado. Pacientes com metástase em tratamento com FOLFIRI associado ao bevacizumabe, apesar de um melhor índice de funcionalidade, apresentaram mais sintomas quando comparados a pacientes com metástase em tratamento apenas com FOLFIRI. De acordo com literatura, a associação de bevacizumabe com a terapia convencional demonstrou uma tendência a promover o aumento na sobrevida global e diminuição da progressão da doença em 5 a 6 meses.

Conclusão: A associação de bevacizumabe às terapias convencionais demonstrou uma tendência a melhorar qualidade de vida dos pacientes, caracterizada por aumento de sobrevida global e sobrevida livre de progressão de doença.

Descritores: Câncer colorretal, FOLFOX, FOLFIRI, bevacizumabe, qualidade de vida, sobrevida.

Resumo/Abstract/Resumen => Português | English | Español Artigo/Article/Articulo => Português |  English |  Español

Parceiros
Revista RBFHSS - Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde
® 2010-2014 - Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde - Todos os direitos reservados
Rua Vergueiro, 1855 - 12. Andar - Vila Mariana CEP 04101-000 - São Paulo/SP - Fone/Fax: 011 5083-4297
Desenvolvido e Mantido por: LAB Graphic